O mago de cabelo em pé

Às vezes me questiono
Se vivo em uma casa
Ou em um manicômio
Tem alegria
Tem magia
Tem tristeza
Sem riqueza
Sem excessos

Enquanto a realidade
Não condiz com felicidade
Batalho por uma vaga
Batalho por um lugar ao sol
E quando na verdade
Deveria dizer não
E ir atrás da diversão

Aprendi com o tempo
Que nem os mais espertos
Ou assim dizem ser
Sabem o que é certo
Ás vezes
Ser verdadeiro
Ser educado
Mão condiz com a realidade

Educação
Realização
Aspiração
Sem qualquer vocação
Ou emoção
Ás vezes é necessário
Dar vazão á emoção
Escutar ao coração

Tem coisas que mexem com a razão
Outras levam á ilusão
Há ainda, aquelas que pertencem ao coração
Há emoções que desafiam o equilíbrio
Tiram o brilho
Deixam de cabelo em pé

Mas
Nem tudo é como se imagina
Nem todo mundo é feliz
Nem tudo que vemos é concreto
Nem sempre o perfeito
É o mais bem feito
Em tudo há sempre um defeito
Que se encontra na camada mais profunda
Dependendo da lente de quem analisa
E ás vezes até do conhecimento

E pela ignorância
Há os que desacreditam na força do amor
E sentem dor
Esquecem o sabor
Da verdadeira força
Do amor

Abraços

Have a sunshine Day!

Comente aqui. Comentários considerados de natureza agressiva não serão aceitos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s